sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

........ O Espírito dos Tempos .........



"Não é demostração de saúde estar bem ajustado à uma
sociedade profundamente doente"

A nossa sociedade, a sociedade moderna, é formada por diversas instituições.
Instituições políticas, instituições legais, religiosas, de ensino, instituições de classe social,
valores familiares, de especialização profissional, etc.
Me parece óbvia a profunda influência que essas estruturas tradicionalizadas
possuem sobre a formação (ou deformação) de nossas compreensões e perspectivas
do mundo!

Entretanto, de todas as instituições sociais nas quais nascemos (as quais nos guiam, condicionam e conduzem) , me parece não haver nenhum sistema tão subestimado e tão mal
compreendido do que o sistema monetário.
Tomando proporções, diria, quase religiosas, a instituição monetária estabelecida existe como
uma das formas mais incontestadas de da qual já se ouviu falar!
Ou seja, ninguém a questiona!

Como o dinheiro é 'criado', as políticas que o governam e, como ele realmente afeta
a sociedade, são interesses desconhecidos da maioria da população!
Em um mundo onde 1% da população possui 40% da riqueza do planeta e, onde mais
de 50% da população vive com menos de dois dólares (e porque o 'dólar'?) por dia,
uma coisa, para mim, está bem clara...
"Algo está muito errado!"

Estejamos cientes disso ou não, o sangue nas veias de TODAS as instituições estabelecidas
e, portanto, da sociedade em si, é o DINHEIRO.
Logo, entender essa instituição monetária, é essencial para entender porque
nossas vidas são como são!

Infelizmente, a economia é um assunto freqüentemente visto com confusão e tédio.
Nos telejornais, seqüencias infinitas de termos financeiros, aliados à cálculos
que chegam a ser intimidadores, fazem as pessoas rapidamente desistir
de tentar entendê-la.
No entanto, o fato é:
- A complexidade associada ao sistema financeiro é apenas uma máscara. Criada para ocultar um das estruturas mais estagnadas e paralizantes que a humanidade já tolerou!

"Entender é transformar o que há"!

"Ninguém é mais escravo do que aquele que, falsamente, se acredita livre"
Johann Wolfgang von GOETHE (1749-1832)


Retirado e adaptado de Zeitgeist Movement


Quer saber mais??
Assista o vídeo...

Tenho certeza de que esse documentário vai abalar muitas 'verdades' que você tinha como 'certas' !

Assista e Reflita...

(Obs.: o código HTML do vídeo acima pode apresentar problemas. Assista AQUI ou no You tube)

Prußian

8 comentários:

A Senhora disse...

Outro dia li uma historinha, nem sei onde, de um americano que entra num hotel e, para ver um quarto, deixa 100 dólares sobre o balcão. O dono do hotel, com a mão coçando, vai pagar o açogueiro, já que devia muito para ele. O açogueiro, recebendo, foi pagar o supermercado, que por sua vez pagou os funcionários, que nem sei como, foi parar novamente no balcão do hotel antes mesmo do americano sair dele. Este pega o seu dinheiro e vai embora. Ninguém ficou com o dinheiro, todo mundo pagou suas dívidas, e ás mesmas iriam recomeçar, até vir outro americano e deixar 100 dólares em algum lugar e fazer o circuito.

Não vi o video todo, mas vou voltar aqui.

bjs e bom final de semana

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Amore, como estai!
rsrsrs
Conterrâneo de outras eras.....só vc pra me fazer sorrir assim.
Quanto ao lance da grana, é verdade, tem uma mistificação, ainda mais agora com a globalização, sei não, eu não entendo cara, não entendo tanta gente trabalhando pra tão poucos.... é louco demais.

no mais...depois verei o vídeo
bjão

Prussiano disse...

oi Wal...
Por aqui td bem, obrigado!
Que bom que vc veio...
Sabes... o assunto é meio 'massante' mesmo, e,devido ao baixo número de comntários sobre o tema (não que meu blogue seja o supra-sumo dos comentários... longe disso!), percebi que, ninguém, geralmente, tem muito tempo pra 'raciocinar' sobre isso. O engraçado é que é assim que deve ser mesmo, para o 'sistema' continuar 'funcionando' como está!

Minha querida amiga prussiana (de outras épocas),é sempre bom ter seus coments por aqui!!
Qdo tiver um tempo, dê uma espiada no documentário.

Wiedersehen!!

=]

Prussiano disse...

Olá, Senhora....

Pois é isso mesmo... um ciclo no qual estamos presos, que não nos leva a lugar nenhum, e, do qual não nos damos conta que estamos fazendo parte...e ... do qual não conseguimos sair... justamente por que ainda (a maioria) não tiveram a epifania do funcionamento das coisas!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Prussiano malukets, esse filme é demais, aliás, postei faz tempo lá no céu...ai que exibida, mas é verdade, pode comprovar. Só que como toda loira, tinha esquecido metade já. Foi demias ver agora de novo, com outros olhos.

Queridão, na verdade entrei aqui pra pegar teu bloguito querido e linkar lá no meu.
era isso
bjão

Letícia disse...

Eu prefiro não pensar nas coisas erradas, mas em exemplos maravilhosos, que são as pessoas de ação.
Eu acredito que se cada um fizer um pouquinho que seja em benefício do próximo, a sociedade toda seria bem melhor.

Prussiano disse...

Oi Wal...

Sinta-se em casa aqui!

Ah... valeu pela linkagem e pelo 'malukets'...(!!) hewhehehehe......

Tchüss!

=]

Prussiano disse...

Olá Lê.....

É verdade... tens toda razão nesse teu modo de pensar e agir !

Obrigado pela visita e pelo coment!

Abração!

=]