terça-feira, 5 de janeiro de 2010

............... Melodia .................



Um dia desses, a muito tempo, descobri que gostava
de poesias...
Lia algumas, relia outras...

Até então, só sabia que gostava de música, mas...
em uma ocasião, percebi que...
A poesia é como a música...

Possui melodia nas palavras, ainda que não rimem...
Lemos com a intensidade com a qual nos toca...
e, quanto mais nos emociona, mais bonita é... (ainda que nem seja)
porque a lemos com as emoções que mais sentimos,
com nossa expectativa...
porque a lemos no ritmo...
porque a sentimos...

E, a poesia que se sente (quando se sente),
não é para ser lida uma única vez, mas muitas vezes...
Como quando se ouve ,repetidas vezes, uma música da qual gostamos...

Não sentir a poesia
é deixá-la morrer numa página...
é emudecer as emoções de quem a escreveu e....
de quem a lê!
Tal qual as melodias que se calam,
em pautas amareladas pelo esquecimento...



Prußian

17 comentários:

A Senhora disse...

Sou péssima em poesia, mas adoro ouvir sua cadência, as palavras brincando com sons e rimas, exatamente como você disse - como uma música.

Não disse ainda, mas vai lá: Feliz 2010! ;)

Prussiano disse...

Muito obrigado, gentil Senhora!!

Apareça sempre que achar conveniente... és muito bem vinda!

Abraços e retribuo a saudação para 2010 !

=]

Andrea Mari disse...

isso é poesia pura...bjosss
que 2010 seja muito mais!!!

Francisco disse...

MELODIA X POESIA... impossível separá-las!
Quem tem sensibilidade para gostar de uma, fatalmente saberá apreciar a outra.
Herr Brahms não me deixa mentir...! rsrs
Aquele abraço!

João Eduardo Q. C. disse...

Oi, Alex.

Seu blogada que faz uma analogia da poesia como música está uma beleza, parabéns!

Obrigado pelos comentários na minha blogada sobre o aniversário da minha cachorrinha. Acho que ainda hoje eu blogarei novamente explicando algumas coisas sobre ela, a minha cachorrinha, pra você e a Larissa. Você não vai acreditar. (Rs)


Abs e uma ótima quarta-feira!

Prussiano disse...

Amigo Francisco... poisé.... como sempre sua perspicácia me impressiona... rsrsr....
Agradeço em nome de 'Herr Brahms'!!

obrigado pelo coment e ...saudações !!!

=]

Chris disse...

..."por que a lemos com as emoções que mais sentimos".Que lindo isto Ale, e é exatamente assim, em tudo na nossa vida, interpretamos tudo com as emoções e o que elas nos evocam.Lindo texto...poesia linda. Beijos

Chris disse...

..."por que a lemos com as emoções que mais sentimos".Que lindo isto Ale, e é exatamente assim, em tudo na nossa vida, interpretamos tudo com as emoções e o que elas nos evocam.Lindo texto...poesia linda. Beijos

Letícia disse...

Vim para retribuir a atenção...
Apesar de uma série de coisas, desejo que este ano seja bem feliz para ti.

Lacy disse...

Oi Ale! Faz tempo que eu não leio teu blog. Hoje sentei e me dediquei. Gostei de tudo, principalmente do Brahms e Noite Feliz em alemão. Aqui vai um pensamento que tirei de um livro e amei:

" Julguei não ter nada mas ao descobrir a esperança, compreendi que tinha tudo ".

Abraços.

Prussiano disse...

Oi, Letícia... obrigado pela visita!
Desejo o mesmo para vc neste ano novo!!

Abraços!

Prussiano disse...

Lacyyyyy...... quanto tempo, hein !!!!

Que bom que vc apareceu.Tava com saudades suas!
Mandei uma msg de Natal e ano novo para seu e-mail, recebestes!?

Um abração bem apertado em vc e toda família !!!!

=]

João Eduardo Q. C. disse...

A explicação está pronta no meu blog pra você e pra Larissa. ;)

Uma ótima quinta e aquele abraço!

Agora, deixa eu curtir a valsa que tá linda...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Poxa Pru, tá me saindo,um poeta heim. Com o tempo a gente vai vendo que tem coisa bem leganeste mundo de Deus.
MAs, Noite Feliz em alemão, arrasou.

Prussiano disse...

Oi, Wal....

Obrigado pelo coment!

Sabe, talvez por um pouco de preciosismo de minha parte, acho que, 'Noite Feliz' cantada em alemão é muito mais bacana do que em português, pois diz algo 'diferente' na letra que não tem tradução no idioma aqui do Brasil.

Wiedersehen!!

=]

Sylvio de Alencar. disse...

Caro Prussiano
Últimamente, não tímidamente, venho me entregando ao prazer da descoberta e da leitura (dentro desses parâmetros descritos por vc).
Tenho me dado bem, descobertos poetas (masculinos e femininas), de grande agrado.
Talvez tome a liberdade de colocar suas palavras em meu blob. Poderia?
seria uma maneira de relaçar, enriquecer, uma declaração que pretendo postar aos poetas e suas poesias.
Gostei de seu post.
Virei mais aqui.
Abrçs.

Prussiano disse...

Olá Sylvio...

Não me importarei, desde que coloques os devidos créditos e o línk para a postagem, a qual fizeres referência.

Grande abraço e, sinta-se à vontade para voltar quando achares conveniente !!

Obrigado pelo coment!

Wiedersehen !