quarta-feira, 6 de outubro de 2010

.............. Dio, como te Amo ..............



Deus, como te amo

Nel cielo passano le nuvole
No céu passam as nuvens

che vanno verso il mare
que vão para o mar

sembrano fazzoletti bianchi
parecem lenços brancos

che salutano il nostro amore
que saúdam o nosso amor


Dio, come ti amo
Deus, como te amo

non è possibile
não é possível

avere tra le braccia
apertar entre os braços

tanta felicità
tanta felicidade


Baciare le tue labbra
beijar os teus lábios

che odorano di vento
perfumado de vento

noi due innamorati
nós dois apaixonados

come nessuno al mondo
como ninguém no mundo


Dio, come ti amo
Deus, como te amo

mi vien da piangere
sinto vontade de chorar

in tutta la mia vita
em toda a minha vida

non ho provato mai
eu nunca provei algo assim


Un bene così caro
um bem assim tão caro

un bene così vero
um bem tão verdadeiro

chi può fermare il fiume
Que pode parar o rio

che corre verso il mare
que corre para o mar


Le rondini nel cielo
as andorinhas no céu

che vanno verso il sole
que vão para o sol

chi può cambiar l'amore
quem pode mudar o amor

l'amore mio per te
o meu amor por você


Dio, come ti amo
Deus, como te amo


Un bene così caro
um bem assim tão caro

un bene così vero
um bem tão verdadeiro

chi può fermare il fiume
que pode parar o rio

che corre verso il mare
que corre para o mar


Le rondini nel cielo
as andorinhas no céu

che vanno verso il sole
que vão para o sol

chi può cambiar l'amore
quem pode mudar o amor

l'amore mio per te
o meu amor por você


Dio, come ti amo
Deus, como te amo

Dio, come ti amo
Deus, como te amo
.
.
.

Bom....
lembrei dessa musica que ouvia quando eu era muito
, muito pequeno...
dava na radio Guaiba FM...
meu pai a ouvia diariamente...

Linda musica... evoca, ao menos em mim,
sentimentos bem conflitantes,
mas,
um certo saudosismo,
misto com uma espécie de ímpeto....
sei lá...
vontade de chorar...... vontade de sorrir...
vontade de amar.... assim....
Com um 'q' de beleza nostálgica.

By Prussian


3 comentários:

e-Jonny disse...

E dá-lhe Gigliola pra uma gostosa nostalgia! Adorei!

Noutro dia, tive uma mais ou menos assim como você. Tava na rua e me peguei cantarolando Tu Nella Mia Vita, que também é das eras. Até bloguei também sobre, mas não consegui um vídeo da música com a dupla que cantava.

Stay good! Bom feriadão!

Dalva Maria Ferreira disse...

Nhammmm... me lembrou os bailinhos de sábado à noite, nas casas de família. Muita luz negra, muita cuba-libre, dançar agarradinho. Muito bom.

Lacy disse...

Oi garoto! Hoje me dediquei a ler o teu blog. Adorei tudo! Vi este filme quando passou nos anos 60.. Sou a maior saudosista...
Sempre ensinei Frere Jacques pros meus alunos do Jardim. Desde 1972!
A nona sinfonia me mata de tão linda...

Abraços