sexta-feira, 30 de julho de 2010

................ Poema Sem Nome (ainda) ..............






E se meus dedos escrevessem poemas na tua pele... (?)

saberias ler ?


Decifrarias as palavras... ?


Medirias as sílabas dos meus carinhos...?


Tua mão me (co)responderia com versos de ternura...?
.
.
Não sei...

Mas enquanto eu escrevesse, riscasse e rabiscasse...
palavras se repetiriam..

e jamais poderia ser chamada de poesia muda!


by Prußian

10 comentários:

Jonny disse...

Mas, rapaz, você tomou Sex On The Beach Inspiration na happy hour, foi? :D

Poesia mais linda!

Abração!

Prussiano disse...

Oi João...
Psé... pensando pensando... acho q foi mesmo... rsrs...

=]

Larissa Bohnenberger disse...

Poema lindo, Alê!
Bjs!

Prussiano disse...

oi Lariii... obrigado... volte sempre que te apetecer...

=]

CarolBorne disse...

Eu passo um tempão sem visitar esse menino... e quando venho me deparo com um poema que eu quero roubar...
Lindo demais!
Beijo!

Prussiano disse...

Oi Carol.... que bom que vc apareceu (finalmente..rsrs...) pois tava achando que vc estava de mal comigo por alguma razão, pra mim, oculta... rsrs.....
Obrigado pelo elogio... não precisda roubar ele não... pode fazer bom uso... rs.... !!

Abração!!

CarolBorne disse...

Eu de mal? Cadiquê?

Prussiano disse...

Ah.... sei lá... não apareceste mais ... rsrs...

CarolBorne disse...

Eu tô trabalhando que nem uma vaca... Mu!

Paula Milano Hespanhol disse...

Nossa Alexandre...
Se as pessoas soubessem traduzir seus sentimentos mais profundos de uma forma muda como essa...faríamo-nos mais felizes mais frequentemente.
Enquanto isso "desintegramos o átomo com palavras"....(inutilmente) para aquele que intencionamos atingir.
Continuamos por uma força maior. O sentimento que nos impulsiona para manter viva a expectativa de um dia ser correspondido.
Adorei tua poesia!!!
Grande beijo!