terça-feira, 20 de outubro de 2009

Como o (bom) Vinho...






O velho Tony.... lembro muito bem de meu pai ouvindo LP's dele, quando eu era criança....
sei lá.... coisa de bom gosto eu acho...
Show dele em PoA.....
Eu vou.....


Prußian

17 comentários:

Chris disse...

Eu tumem vô!!!!!Que bom que tu voltou!!!!Bjs

João Eduardo Q. C. disse...

Oi, Alexandre.

Bom show do Tony pra você e eu aqui continuarei revoltadinho porque não tive cacife pra ir no show da Sarah Brightman. Uma apresentação foi ontem e outra rolará hoje à noite, e eu não vou.

Abs

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

ùltimo prussiano. Sabe que minha família vem da Prússia? "Rennov" que sea abrasileirou e ficou "Rennó". Adoro Tony Bennet e Steve, tenho esse vídeo no meu blog.
best regards

Prussiano disse...

Olá, João... não fique triste..., certamente ela deve voltar e, vc poderá então ir ao show dela. Quanto ao Tony, bem, devido à idade do cara... é o tipo do show imperdível pois... ele certamente, NÃO voltará mais por essas bandas tupiniquins... Grande abraço pra vc !! =]

Prussiano disse...

Oi, Walkyria... realmente, seu nome não poderia ser mais 'germânico' ..hehe.Aliás, já assististe à ópera que leva seu nome (de Wagner)?? De que região da antiga Prússia vc descende?? Meus antepassados vêm de um lugar chamado 'Östpreußen'. Hoje leva o nome de Kaliningrado e é uma espécie de território Soviético fora dos limites do Estado. Fato semelhante ocorre com Fernando de Noronha, em relação ao Brasil e as ilhas Falklands (Malvinas) em relação à Inglaterra. Ele é limitado ao norte e à leste pela Lituania, ao leste pelo Mar Báltico e ao sul pela Polônia. Mas originalmente, todos esses lugares faziam parte do grande império Prussiano, nos meados de 1600 e 1800. Bem, onde é a sede desse 'exclave' russo hoje, era a cidade de Königsberg (aliás, é uma linda cidade).... Próximo dali, numa localidade chamada, na época, Braunsberg é a origem de minha linhagem familiar. Sei disso pois encontrei meus antepassados, mais precisamente meu tatatatatatatatataravô (rsrs..) no ano de 1540,seu nome era 'Caspar', com meu sobrenome. Podes pesquisar o seu também no site www.gedbas.de , espero que tenha sorte! Por falar nisso, 'sprechen Sie Deutsch'???

viel Grüsse.!!!!! =]

CarolBorne disse...

Primeiro, que bom que tu voltou!
Segundo, eu sempre gostei das músicas que minha avó ouvia. Afinidade e bons ouvidos, talvez.
'For once in my life' é tudo de bom, mas eu sempre canto 'I left my heaer in Massachussets', só pra complicar!
Beijo!

Prussiano disse...

oi, Carol.... 'I left my heaer in Massachussets' ...kkk... boa essa...

bjão!! =]

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ah prussiano, vou pesquisar. Veja, meu antepassado chegou no Brasil no final de 1800, com um passaporte assinado por Fredrico da Prússia. Era médico, ruivo e capitão do exército. Dele veio a famíla Rennó, que tem até cidade em Minas-Gerais. Mas veja, passou, nem sei de que cidade ele era. Mas tem um site. Vou ver e te conto. Adoro isso, pq o mundo tá muito ignorante, pouca gente sabe o que foi, ou o que era esse império, do qual (dálicença) descendemos.
legal vc ter pego o selo. Fiquei feliz mesmo! Mas, se vc copiar a ima gem e colar no blog, será que não é mais bacana? Sei lá, dando palpite....

Prussiano disse...

Psé, Wal... realmente acho que seria mais fácil.... mas acabei colando o selo ali na barra lateral.... nem pensei do jeito que vc disse... bom.... enfim... ele tá lá.... heheh...
Sabe, pensando-pensando acho que vou publicar algo sobre a minha/nossa descendência... heheh... vou desde o Sacro Impreio Romano-Germanico, passando por toda história do Império Prussiano, até meados de 1930 quando ele finalmente , acabou .

grande abraço... =]

Wiedersehen !!! =]

Ao vento disse...

isso ai
Bom findi
Bjs

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

... ...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazon
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


TE SIGO TU BLOG




CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesia ...


AFECTUOSAMENTE
THE LAST PRUSSIAN




jose
ramon...

João Eduardo Q. C. disse...

É verdade, é bem mais provável que a Sarah volte ao Brasil do que o Tonny. Vou começar a fazer uma poupança desde já, porque se eu fosse com a Tan no show da Sarah, só de ingressos seriam R$ 700,00!!! Soma-se à essa quantia táxi ida e volta, comer e beber e pronto: R$ 1.000,00 assim, gastos em 3 ou 4 horas. Eu pagaria, sem dúvida, mas é que sou pobrinho. (Rs)
Mudando de palmito pra aspargo, eu tomei a liberdade de ler a conversa entre você e a sua amiga Walkyria. Achei tão bacana vocês terem conhecimento da ascendência de vocês. Há uns 3 anos atrás + ou - eu fui no Museu do Imigrante que fica aqui em Sampa, próximo à estação Bresser/Mooca do metrô. Lá tinha um espaço, entre tantos outros incríveis, onde haviam vários terminais de computadores. Nesse espaço dava pra consultar a nossa ascendência por nosso nome completo. Eu só consegui descobrir que o Queiroz, um dos meus sobrenomes, é oriundo de libaneses que imigraram para Portugal, mas quando a coisa estava ficando boa, meu tempo acabou e a fila de gente querendo descobrir suas origens era interminável. Não deu pra eu me aprofundar como gostaria, mas eu notei que se tivesse 'algumas horas' iria saber de coisas que sequer imaginei na vida.

Abraço e um ótimo fim de semana!

Teórico disse...

Opa, bom gosto é pouco meu amigo!

tira fotos desse show e compartilha!

Larissa Bohnenberger disse...

ADORO!!!!
Bjs!

Dalva M. Ferreira disse...

Contaí!

CarolBorne disse...

Será que ontem, final da tarde, você estava com vários bikers na Redenção?

Prussiano disse...

Era eu sim..... quarta-feira... tinha 40 ciclistas naquela hora...